Tecnologia na Terceira idade :: Residence Care
 

Blog Residence

Tecnologia na Terceira idade

Falar pela internet com amigos ou parentes distantes, ter grupo de amigos no whatsaap, pagar contas pelo celular, jogar no tablet, tudo isso parece fazer parte da rotina dos adolescentes de hoje né? Não, quem pensa assim se engana. Tem outro grupo que convive e muito bem com as novas tecnologias: a terceira idade. Segundo pesquisa publicada pelo IBGE em 2016, 14,9% da população idosa utiliza a internet, há 10 anos o número era de apenas 7,6%. O número em ralação ao uso de celular também aumentou, passando de 16,8% em 2005 para 55,6% atualmente.

Para a Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia do Estado de São Paulo a inclusão digital na geração sênior é mais do que necessária é positiva e inclusive pode evitar doenças. A partir dos 60 anos o isolamento muitas vezes acontece pela perda do cônjuge, os filhos fora de casa, além disso a aposentadoria às vezes deixa a pessoa em casa e em alguns casos a própria falta de mobilidade. Com a internet o idoso interage e produz mais, isso ajuda não só contra a depressão, mas também estimula a memória. A questão de aprender algo estimula o cognitivismo, há também a estimulação motora e a percepção visual. Sem falar na parte social, o idoso se sente parte do todo, sua opinião tem importância. Além disso interagir com outras pessoas e inclusive com os próprios parentes afasta a depressão.

Mas é preciso ter cuidado para a internet não se tornar uma ‘fuga da realidade’ é importante o idoso sair pra caminhar, passear, visitar os filhos, viajar para conhecer lugares novos, receber pessoas em casa, enfim ter o contato pessoal que não pode ser esquecido.

“A internet é uma ferramenta que facilita minha vida e me faz estar atenta aos fatos do mundo, mas a utilizo a meu favor, pesquiso muito sobre lugares e planejo sempre minhas viagens pelos sites, mas isso é só o impulso para eu sair de casa e conhecer o Brasil, além de ir visitar as pessoas que amo”, afirma Neuza Mari aposentada de 75 anos que tem como seu maior hobby viajar pelo país com suas amigas da melhor idade.

Isso reforça a opinião de Luciana Giarini, diretora do Residence Care “… precisa-se sempre observar como as tecnologias são usadas, elas não podem substituir o contato pessoal e nem os passeios, pois assim se tornariam tão danosas quanto a solidão e o isolamento.” “As novas tecnologias têm de ser usadas para melhora da qualidade de vida”, resume.

 


 

 

 


Blog Residence

Buscar no Blog

Categorias

Receba dicas e informações em seu e-mail

Mandamos coisas bem legais para você, como: Tendências, pesquisas, cases, e muito mais...



Av. Álvaro Guimarães, 215 | Planalto | São Bernardo do Campo/SP | 09890-000 11 2814-8385 - 4341-8799 | 11 97599-7224

Copyright © 2011 Residence Care - São Bernardo do Campo SP.
Todos os direitos reservados.