Osteoporose :: Residence Care
 

Blog Residence

Osteoporose

Durante o processo de envelhecimento os homens e mulheres são mais susceptíveis a osteoporose que progride sorrateiramente, de forma lenta e raramente apresenta sintomas que indiquem o desenvolvimento da doença. As fraturas costumam ser espontâneas, ou seja, não são relacionadas...

Osteoporose uma doença silenciosa.

Durante o processo de envelhecimento os homens e mulheres são mais susceptíveis a osteoporose que progride sorrateiramente, de forma lenta e raramente apresenta sintomas que indiquem o desenvolvimento da doença. As fraturas costumam ser espontâneas, ou seja, não são relacionadas diretamente aos traumas. Segundo a OMS, cerca de 10 milhões de brasileiros e 200.000 pessoas morrem anualmente em decorrência que a osteoporose provoca, levando complicações de fraturas. É um problema de saúde pública devido à alta incidência de morbimortalidade, inabilidade física e diminuição da qualidade de vida, devido ao elevado valor financeiro do tratamento, além de toda as suas complicações. Os ossos passam por um processo que consiste em serem refeitos e dissolvidos no decorrer da vida.

A osteoporose é o efeito da degradação de células óssea. De acordo com as normas da Organização mundial da saúde (OMS), o diagnóstico da osteoporose é atingido por meio da densitometria óssea. O exame é simples e não invasivo, onde a densidade óssea obtida é checada com os valores achados em pessoas jovens e normais, para averiguar se esse valor está abaixo do normal.

Mulheres apresentam uma maior facilidade de desenvolver a osteoporose do que os homens, pois além de ocorrerem o processo da menopausa também possuem uma redução significativa da densidade mineral óssea (DMO) em relação aos homens. Fatores genéticos também são responsáveis pelas modificações na massa óssea em diversos aglomerados étnicos. Indivíduos de raça negra têm um elevado pico de massa óssea e, assim, estão menos inclinados a sofrerem de osteoporose do que os brancos e asiáticos.

Relacionando-se aos fatores reprodutivos, existe uma relação entre as idades na menarca e na menopausa com a influência do momento de exposição ao estrogênio, sendo considerado um importante dado da DMO. No entanto, a carência estrogênica originada pela menopausa é um dos fatores de risco para a osteoporose em mulheres. Os estrogênios agiriam na prevenção da perda de massa óssea, reduzindo o risco de fraturas.

O valor de massa corporal (IMC) está absolutamente relacionado com o DMO, sendo que os seres obesos têm uma maior proteção contra osteoporose. Fatores ambientais como costumes nutricionais, sedentarismo e tabagismo, além de doenças e drogas, também podem estar integrados à diminuição de massa óssea. É recomendado por médicos que os pacientes tomem sol todos os dias por pelo menos uma hora sem filtro solar, em horário bem cedo onde o calor não afetará a pelo do idoso ou idosa, para auxiliar na absorção da vitamina D. Esta substância promove a absorção de cálcio da dieta.

Além disso, é importante fazer caminhadas e procurar ajuda médica para receber orientações, medicações e suplementação adequada”, indica o médico.



Blog Residence

Buscar no Blog

Categorias

Receba dicas e informações em seu e-mail

Mandamos coisas bem legais para você, como: Tendências, pesquisas, cases, e muito mais...

A Pele e a Idade

O processo de envelhecimento humano provoca um grande número de mudanças fisiológicas, e um dos órgãos que mais sofre com o avanço dos anos é a pele. Os principais problemas que podem atingir a pele na terceira idade incluem a queda na capacidade de formação de colágeno.

O Evelhecimento

O envelhecimento é o grande causador de inúmeros distúrbios que ocorrem no nosso corpo. As limitações aumentam e com ela, a dependência. Não há nada melhor no mundo do que ser independente. A independência vai sendo removida de nossas vidas com o passar do tempo.

Gerontologia

A gerontologia (ciência que estuda o processo de envelhecimento do homem) aborda áreas além das doenças relacionadas à idade e à sua prevenção, a fim de reconhecer que o envelhecimento bem sucedido exige a manutenção de uma função fisiológica e de uma aptidão física aprimorada.



Av. Álvaro Guimarães, 215 | Planalto | São Bernardo do Campo/SP | 09890-000 11 3428-9640 | 11 94029-3375 - 4341-8799

Copyright © 2011 Residence Care - São Bernardo do Campo SP.
Todos os direitos reservados.